No último dia 14 de janeiro, o senhor Prefeito realizou reunião na Associação Comercial e Industrial de Atibaia – ACIA, para apresentar o novo sistema de Zona Azul. 

Na oportunidade, esclareceu que a área abrangida pela Zona Azul será a mesma anteriormente adotada. E, que com o transcorrer do novo sistema se analisará a possibilidade de expandi-lá. 

Informou ainda que a concessão para gerenciamento da Zona Azul é de 7 anos, podendo ser prorrogada por igual período. 

Quanto ao funcionamento do sistema de Zona Azul detalhou que serão 1.717 vagas, as quais serão delimitadas e receberão uma numeração e um sensor. 

Os valores para o estacionamento rotativo serão de R$ 2,00 para uma hora e R$ 1,00 para meia hora. O tempo de tolerância será de 10 minutos. 

O comerciante que tiver interesse receberá, sem custo, uma máquina (PDA) para poder fazer a venda da Zona Azul. 

O motorista poderá comprar a TAG (aparelho semelhante ao do Sem Parar) ou apenas comprar o equivalente ao tempo que permanecerá na vaga. 

Importante esclarecer que o tempo máximo de permanência na mesma vaga é de 2 horas. Permanecendo na vaga após este prazo, o motorista poderá ser autuado. 

Os idosos e portadores de necessidades especiais são isentos do pagamento da Zona Azul. No entanto, devem respeitar o tempo máximo de permanência (2 horas), objetivando a rotatividade dos veículos. 

A TAG terá um custo inicial de 30 a 40 reais, revertidos integralmente como créditos para a Zona Azul. Créditos estes que não tem prazo para a sua utilização. 

Apenas os Agentes de Trânsito e alguns Guardas Municipais é que poderão autuar os motoristas que desrespeitarem as regras da Zona Azul. 

No início da implantação deste novo sistema haverá fiscais da empresa vendendo os “tickets” da Zona Azul e auxiliando os motoristas. Após certo tempo, os motoristas somente poderão se recorrer ao comércio para a compra ou recarga da TAG. 

A empresa responsável disponibilizará via internet e por aplicativo para celular forma de controle das vagas que estão disponíveis pela cidade (os sensores farão este controle, e estando a vaga livre ficará na cor verde e, estando ocupada, na cor vermelha). Por esses meios, também será possível comprar “ticket” e/ou recarregar a TAG.

Paulo Catta Preta.

20150114_200906[1] Da esquerda para a direita: TAG, máquina (PDA) e sensor.

20150114_194144[1]