Estamos chegando ao final de mais um ano. Momento oportuno para refletirmos sobre o que se passou, avaliarmos nossas ações, realizações, alegrias e tristezas.

No exercício da vereança, que assumi há quase 3 meses, não pude fazer tudo que gostaria para melhorar a qualidade de vida na nossa cidade, creio ter contribuído positivamente, mesmo que modestamente.

Minhas ações e projetos de leis foram voltados aos servidores públicos, ao Poder Executivo na melhora das condições preventivas/combate as enchentes e aprimoramento da  arrecadação. Também receberam atenção à melhoria das condições do ensino no município e as avaliações do Tribunal de Contas acerca das ações do Poder Executivo nos exercícios de 2010/2011, ainda em julgamento.

Com os mesmos ideais e determinação espero, com apoio daqueles que também querem uma Atibaia mais fraterna, honesta e progressista, preservando o meio ambiente, continuar nossa empreitada em 2013.

Com este pensamento acho importante compartilhar um texto que sempre leio, de autoria de Charles Chaplin:

Hoje levantei cedo pensando no que tenho a fazer antes que o relógio marque meia noite. É minha função escolher que tipo de dia vou ter hoje. Posso reclamar porque está chovendo ou agradecer às águas por lavarem a poluição. Posso ficar triste por não ter dinheiro ou me sentir encorajado para administrar minhas finanças, evitando o desperdício. Posso reclamar sobre minha saúde ou dar graças por estar vivo. Posso me queixar dos meus pais por não terem me dado tudo o que eu queria ou posso ser grato por ter nascido. Posso reclamar por ter que ir trabalhar ou agradecer por ter trabalho. Posso sentir tédio com o trabalho doméstico ou agradecer a Deus. Posso lamentar decepções com amigos ou me entusiasmar com a possibilidade de fazer novas amizades. Se as coisas não saíram como planejei posso ficar feliz por ter hoje para recomeçar. O dia está na minha frente esperando para ser o que eu quiser. E aqui estou eu, o escultor que pode dar forma. Tudo depende só de mim.

Paulo Catta Preta.