A Câmara Municipal de Atibaia teve a honra de entregar, nesta terça feira (25/02), o Título de Cidadão Honorário ao senhor Joaquim Ordonhes Pinto – Seo Quim Pinto. 

Juntamente com os Vereadores Daniel da Rocha Martini, Jair Bonilha Gattamorta, Paulo Fernando L. P. de Araújo e Ubiratan Fernandes de Oliveira, encabecei o Projeto que ensejou tal homenagem. 

Na Sessão Solene de entrega do Título fiz uso para palavra para indicar, sucintamente, a vida e trabalho do Seo Quim Pinto. Confira: 

Senhor Presidente, Nobres Vereadores e Vereadora, senhoras e Senhores, boa noite. 

Nosso homenageado, o Senhor Joaquim Ordonhes Pinto, conhecido como ‘Seo Quim Pinto’, é um comerciante autêntico que honra a cidade onde nasceu e constituiu família. 

No longo dos seus 92 anos de vida, casado com Dona Neide Giovanetti Pinto, há 63 anos, pai do nosso Coordenador Especial de Planos de Contribuição de Melhoria, José Luis Gioventti Pinto, do saudoso Nene e a sua querida filha Mirian, que deram ao casal 6 netos e 2 bisnetos.

Colaborou com o avanço e progresso do comércio de Atibaia, dando um exemplo de cidadania ao criar um conceito de credibilidade, qualidade e honestidade junto aos munícipes de nossa querida cidade.

Trabalho esse que começou aos quatorze anos de idade, já tendo seu projeto de vida mais ou menos definido, foi atrás de um emprego de mecânico, e como todo Atibaiano da época, sua busca se afunilou na CTB (Companhia Têxtil Brasileira), empresa que absorvia praticamente toda a mão de obra disponível em Atibaia. 

Seo Quim Pinto’ ficou durante 6 anos aprimorando seu ofício de mecânico, quase sem ganhar nada, porém sua vontade de ter seu comércio falava mais alto dentro de si. 

Só se considerou apto quando foi trabalhar na CTI (Companhia Taubaté Industrial), a maior industria de alvejados da América do Sul. Conseguindo, desta forma, ao voltar para Atibaia, após 6 anos, montar o seu próprio comércio, ao lado dos seus irmão João e José, na Avenida São João, próximo da Avenida Jerônimo de Camargo. 

Com 28 anos de idade já com a sociedade formada JBPinto & Irmãos Ltda., mudaram para um estabelecimento maior, para atender melhor a demanda da população, localizado ao lado da Igreja do Rosário. 

Finalmente em 1954 mudaram-se para a Rua Adolfo André, esquina com a Rua Manoel de Toledo e iniciaram a construção do posto de gasolina com oficina mecânica, denominado Posto Record, que permanece até hoje, completando 60 anos de atividade, tornando-se um dos comércios mais antigos da cidade. Nossos parabéns. 

Desta forma, a homenagem que prestamos hoje, além de nos dar muita alegria, remete-nos ao passado, quando a cidade era pequena e todos moradores se conheciam. 

É uma honra para mim, juntamente com os Nobres Edis, estar na presença de um cidadão tão querido, admirado e respeitado por todos.

Paulo Catta Preta.

Seo Quim e Catta Preta Familia Seo Quim Daniel Martini, Catta Preta, Seo Quim e Rodrigo Parras